Curso de Agbê/ Xequerê

Adriana Aragão

Sobre o Curso

O curso pretende-se passar as três falas do Agbê (Xequerê), com suas variações e falar sobre seus ritmos que corresponde as toques dos Ilús denominados de melê, meleunkó e yan, ritmos da nação Nagô Ebgbá.

O Agbê (ou xequerê) é um instrumento de origem africana, produzido através de uma cabaça revestida com uma rede de miçangas e que, quando tocado, produz um som típico e que sustenta e preenche os intervalos rítmicos dos Ilús tocados no Nagô Egbá, mais conhecido como Xangô do Recife, e que por sua vez abrilhantou desde então as Nações de maracatus de baque virado.

Historicamente, o agbê é um instrumento de cultos religosos (principalmente do Candomblé). A maioria dos instrumentos tradicionais tem uma função religiosa. Nesse sentido, eles são considerados sagrados e, ao contrário do que muitos pensam, não são representação divina, mas sim o próprio deus. O xequerê, do ioruba sèkèrè (cabaça- tambor com redes de búzios), tem seu mito de nascimento nos versos do odú Eji Oko a explicação de como uma simples cabaça ganhou sua “túnica” de búzios.

OBS: o curso terá como base a tradição oral presente no Candomblé e de nossa ancestralidade.

TURMAS:

  • Quintas-feiras, das 20h às 21h30 

Vagas limitadas!